Loading...

Abril de 2019:  após aproximadamente R$ 600 milhões em investimentos, nossa capacidade produtiva do monômero de estireno (SM)
está duplicada à 420 mil toneladas/ano.

Uma entre tantas cenas cinematográficas dessa duplicação foi a instalação da Coluna Separadora de Etilbenzeno (EB)/Monômero de Estireno (SM) de Alta Pressão. Esse colosso de 277 toneladas, 78 metros de altura e 4,2 metros de diâmetro interno tem envergadura equivalente à de um edifício com mais de 25 pavimentos.

O equipamento chegou em cinco partes distintas, soldadas dentro da Unidade ainda na posição horizontal, para então ser içado numa única peça. Isso representa um grande feito de engenharia, em especial levando em conta que a planta de monômero de estireno (SM) opera em produção contínua.